Dalva Agne Lynch

escritora e poetisa, já declamei muito nas ruas e nos bares de Pinheiros e da Paulista com outros colegas do ramo

Literatura

Escrevo toda espécie de coisa, de poesia a ficção, em três línguas diferentes. Costumava fazer parte de um grupo de escritores que saía pelos bares da Paulista e de Pinheiros declamando poesia e vendendo nossos livros. Parei em 2003 por doença. Gostaria de voltar. Tenho três livros publicados no Brasil: Às Portas da Noite, prêmio Blocos de Literatura; A Hora da Espada, Selo Rebra; O Herói, Edusp - e um livreto nos EUA, Heavenly Elite, a ser re-publicado, agora completo, em forma de kindle. Apesar dos inúmeros prêmios literários que recebi no decorrer de décadas de carreira - no Brasili, nos EUA, Inglaterra, Austrália, Israel - meus livros permanecem desconhecidos. É a triste história do escritor brasileiro. Contudo, batalho para que haja uma mudança!

Contato
http://www.dalvalynch.net11-5927-538711-96582-8204lynchdalva@gmail.com
Locais de Apresentação:
O escritor brasileiro é absolutamente desprezado pela mídia, portanto não tem divulgação ou distribuição, mesmo publicando com as grandes editoras. Meu último livro foi lançado pela Com-Arte da Edusp, e nem mesmo atingiu as livrarias - precisei COMPRAR o livro para entregar à Livraria Cultura. Ele também recebeu um prêmio de uma conhecida associação literária como a melhor ficção juvenil de 2011, mas pediram-me R$ 900,00 por ele, então recusei. Não se compra prêmios. E por aí vai a típica saga do escritor brasileiro.
@DalvaAgneLynch